Câncer de mama explicado: sintomas, exames, mitos e verdades

O câncer de mama é o tumor maligno que mais acomete mulheres em Santa Catarina, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca). Só em 2018, a estimativa é de que 2.190 casos tenham sido diagnosticados no estado.

Diante dessa realidade, campanhas como o Outubro Rosa são fundamentais para informar o público sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce da doença. No entanto, ainda há um longo caminho para a conscientização: 40% das mulheres entre 50 e 69 anos não realizam a mamografia anual recomendada, de acordo com o IBGE, e ainda existem muitas dúvidas sobre o assunto.

  • Quais são os sinais de alerta do câncer de mama?
  • Como é feito o diagnóstico da doença?
  • Quando realizar os exames?
  • Quais são os mitos e as verdades a respeito do câncer de mama?

As respostas para essas perguntas você confere a seguir.

Sintomas de suspeita do câncer de mama

A radiologista Cristina Marques Barreto (CRM 10212 | RQE 4734), da Clínica Imagem, explica que a preocupação com a saúde da mama deve ser permanente, e que o primeiro passo para a prevenção é a mulher prestar atenção em si mesma. Ela lista alguns sinais de alerta perceptíveis à visão ou ao toque e que não podem ser ignorados:

  • Caroços e áreas endurecidas;
  • Vermelhidão;
  • Covinhas (retração);
  • Áreas estufadas;
  • Feridas que não cicatrizam;
  • Coceiras que não passam;
  • Saída de líquido transparente ou vermelho dos mamilos sem apertar.

“A mulher precisa estar atenta e procurar um profissional de saúde sempre que identifica algum desses sinais”, diz Cristina. Essa análise em casa, porém, não substitui os exames periódicos recomendados.

A Sociedade Brasileira de Mastologia indica a necessidade de realização anual da mamografia para mulheres a partir dos 40 anos. Entretanto, mulheres identificadas com fatores de risco, como aquelas que tenham casos da doença na família, especialmente em mãe, irmã ou filha, podem antecipar o rastreamento conforme orientação médica.

“Os anos e anos de campanhas educativas estimulam as mulheres a procurar atendimento. Muitas já seguem a rotina adequada de avaliações anuais, o que é ótimo”, avalia a radiologista. Ela destaca que o diagnóstico precoce, objetivo do rastreamento, é essencial para aumentar a probabilidade de cura da doença. Segundo o Inca, as chances de cura chegam a 95% quando o câncer de mama é diagnosticado precocemente.

Exames para diagnosticar a doença

O exame médico preventivo do câncer de mama é a mamografia, que conta também com uma versão em 3D, conhecida como tomossíntese, indicada para casos específicos que dependem de avaliação profissional.

Confira como funciona cada um dos exames para diagnosticar o câncer de mama:

  • Mamografia: resumidamente, é um raio-X da mama que utiliza feixes adaptados à anatomia dos seios para criar uma imagem em duas dimensões da região mamária.
  • Tomossíntese: é uma mamografia complementar ao exame digital tradicional e que permite recriar uma imagem tridimensional do seio para uma observação mais detalhada do tecido mamário, quando recomendado pelo médico.
  • Ultrassonografia: outro exame complementar à mamografia. Quando a mama é muito densa, a ultrassonografia pode ser indicada para se ter uma melhor visão de certas lesões.
  • Ressonância magnética: é mais recomendada para casos de alto risco ou para um diagnóstico mais preciso de um tumor encontrado.
  • Biópsia: uma vez confirmada a alteração dos seios pelo exame por imagem e considerada também a categorização de risco da paciente, o médico responsável poderá solicitar a biópsia. Será feita então uma punção da mama para retirada de tecido para análise patológica, que determinará o nível de alteração das células e o estágio do câncer de mama, quando detectado.

Mitos e verdades sobre o câncer de mama

A Dra. Cristina Marques Barreto aproveita para esclarecer também alguns mitos sobre a doença.

Mito Verdade
Se achar um caroço em minha mama, tenho câncer.

80% dos caroços nas mamas são causadas por alterações benignas (não cancerosas), cistos ou outras condições.

Somente mulheres com história familiar de câncer de mama desenvolvem a doença. Em 70% das mulheres diagnosticadas com câncer de mama não foram identificados fatores de risco para a doença.
Sou muito nova para ter câncer de mama. 25% das mulheres com câncer de mama têm menos de 50 anos.
O uso de sutiãs apertados ou com metal pode causar câncer de mama. Tais sutiãs não causam câncer, apenas deve-se evitar o uso por causar desconforto e pressão na parede torácica em mamas doloridas.
O uso de desodorantes antitranspirantes pode causar câncer. Nenhum tipo de desodorante tem potencial de modificar o DNA celular, portanto não causa câncer.
A mamografia pode causar câncer. As doses de radiação são muito baixas e monitoradas. Equivalem, em média, ao que uma pessoa recebe por fontes naturais em três meses.
Próteses de silicone podem causar câncer de mama.  

As próteses produzidas para uso médico não causam câncer de mama e podem ser usadas com segurança.

 

Onde realizar seus exames em Florianópolis?

A Clínica Imagem completou 25 anos de fundação em 2019, reafirmando os valores que guiam sua trajetória desde o princípio: confiança, gentileza, dedicação e respeito. Com unidades localizadas no Centro de Florianópolis e na SC-401, a clínica tem mais de duas centenas de colaboradores, entre profissionais de assistência, equipe de atendimento e um corpo clínico de excelência, além de equipamentos de última geração para a realização de exames de mamografia, tomossíntese, ressonância magnética, ultrassonografia, tomografia, entre outros.

A estrutura também conta com um espaço voltado exclusivamente para o universo feminino, a Imagem Mulher, com uma equipe altamente qualificada para a realização de exames de imagem ginecológicos, de mama, abdome, tireoide etc. Tudo para que você se sinta mais segura, confortável e acolhida.

Quando o assunto é prevenção e cuidado com a saúde, pode contar com a Clínica Imagem para a realização dos seus exames. Agende pelo telefone (48) 3229-7777 ou faça o pré-agendamento pelo site.

 

Diretor Técnico Dr. Sérgio Marcondes Brincas (CRM 6345 / RQE 4909)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *