Visão das crianças em idade escolar

A Sociedade Brasileira de Oftalmologia (SBO) indica: crianças em idade escolar precisam fazer exame oftalmológico completo para detectar possíveis problemas que possam prejudicar o rendimento escolar. Segundo a SBO, o exame deve ser sempre realizado por um médico oftalmologista, embora na triagem os professores sejam importantes, sendo eles os primeiros a observar que seus alunos estão com problemas visuais. Além de detectar distúrbios oftalmológicos como miopias e astigmatismos, que dificultam o aprendizado e as atividades físicas da criança, o exame oftalmológico completo pode identificar problemas como o estrabismo, hipermetropia, entre outros, muitos dos quais podem ser corrigidos ou tratados quando detectados precocemente.

Muitas crianças não conseguem perceber se existe um problema que precisa ser corrigido. Por isso, os pais devem estar atentos aos sinais que o filho dá: se ele não consegue acompanhar o desempenho da classe, senta-se muito perto do quadro de atividades ou faz reclamações frequentes de dor de cabeça. Essas situações são indícios de que a criança pode ter algum problema visual. Os cuidados se ampliam diante do uso precoce de tablets para joguinhos etc., que forçam a visão, provocando aumento dos casos de miopia e síndrome pediátrica do olho seco (evaporação do canal lacrimal).

A Sociedade Brasileira de Oftalmologia alerta também que todo recém-nascido deve ser submetido ao chamado “Teste do Olhinho”, o teste do reflexo vermelho. Ele é obrigatório na maior parte dos estados brasileiros e detecta problemas congênitos de visão, tais como: glaucoma congênito, catarata congênita, retinoblastoma, entre outros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *